Resenha: A Seleção, por Kiera Cass

sexta-feira, junho 07, 2013

Livro: A Seleção
Autora: Kiera Cass
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788565765015
Ano: 2012
Páginas: 357
Sinopse: Para trinta e cinco garotas, a “Seleção” é a chance de uma vida. Num futuro em que os Estados Unidos deram lugar ao Estado Americano da China, e mais recentemente a Illéa, um país jovem com uma sociedade dividida em castas, a competição que reúne moças entre dezesseis e vinte anos de todas as partes para decidir quem se casará com o príncipe é a oportunidade de escapar de uma realidade imposta a elas ainda no berço. É a chance de ser alçada de um mundo de possibilidades reduzidas para um mundo de vestidos deslumbrantes e joias valiosas. De morar em um palácio, conquistar o coração do belo príncipe Maxon e um dia ser a rainha.Para America Singer, no entanto, uma artista da casta Cinco, estar entre as Selecionadas é um pesadelo. Significa deixar para trás Aspen, o rapaz que realmente ama e que está uma casta abaixo dela. Significa abandonar sua família e seu lar para entrar em uma disputa ferrenha por uma coroa que ela não quer.  Então America conhece pessoalmente o príncipe. Bondoso, educado, engraçado e muito, muito charmoso, Maxon não é nada do que se poderia esperar. Eles formam uma aliança, e, aos poucos, America começa a refletir sobre tudo o que tinha planejado para si mesma — e percebe que a vida com que sempre sonhou talvez não seja nada comparada ao futuro que ela nunca tinha ousado imaginar.



Em Illéa, namorar é estritamente proibido. America Singer sabe disso, porém há dois anos, mantém um relacionamento escondido com o rapaz que ama, Aspen, da casta Seis. America é uma Cinco, a casta dos músicos e artistas. Teoricamente, não existiria um futuro para os dois, visto que Aspen é duas castas antes do fim do poço e uma abaixo de America. É claro, para ela isso não faz a mínima diferença, acredita que no fundo as coisas vão dar certo. Até que chega a carta. A Seleção está próxima, a família real procura uma esposa para o príncipe Maxon. E obviamente, a mãe de America faz questão que ela se inscreva, pois se se casar com o príncipe, a família dela passa a ser da casta Um e sai da miséria. Contudo, a prioridade de America é Aspen. E é por causa dele que ela acaba se inscrevendo na Seleção.

Num primeiro momento, America é a Katniss de vestido. Sim, Katniss Everdeen, de Jogos Vorazes. As semelhanças na história são notáveis. Pra começar, Illéa é muito parecida com Panem e o surgimento se dá da mesma forma: Estados Unidos foram destruídos e deu início a uma nova nação. Depois, há as castas que se assemelham aos distritos e a família de America vive na miséria. As diferenças começam a surgir quando America vai para o castelo e descobre que o príncipe Maxon é uma pessoa muito melhor do que ela esperava e eles viram amigos.

Kiera Cass soube trabalhar bem seus personagens. America é uma garota que não sede as chantagens emocionais da mãe e é forte, mas ao mesmo tempo é insegura em excesso e vive como se Aspen fosse seu ponto de apoio. Quanto a ele, é um dos personagens mais irritantes que se pode imaginar. Machista, egocêntrico e o tipo de namorado que dá apelidinhos carinhosos (não sei vocês, mas eu odeio isso). Aspen é o completo oposto do príncipe Maxon. *suspiro*

Maxon, Maxon, Maxon... Um verdadeiro príncipe. Atencioso, fofo, engraçado, bonito e muito gente boa. Ele está disposta a ajudar America a se adaptar ao castelo, a proteger todas as selecionadas dos ataques dos rebeldes ao castelo e a nos encantar de uma maneira incrível.

Confesso: Li A Seleção mais pela capa - linda! - do que pela sinopse, que na livraria não me chamou muita atenção. Contudo, a capa belíssima não é o único fator que se deve levar em conta já que a história é meio monótona e como eu disse, bem parecida com Jogos Vorazes no começo, mas conforme as coisas vão acontecendo e a America para de ser mocinha que não se vê sem o "amado", há um desenvolvimento na medida certa e no momento exato.






Veja também!

2 comentários

  1. Ganhei este livro hoje *-* De tanto encher a cabeça de meu namorado de que tava desejando muito esse livro, consegui \o rsrs. Estou muito ansiosa para lê-lo! Confesso que não escolhi por conta da capa, pois já tinha lido muitas resenhas sobre ele e me encantado cada vez mais. Amei sua resenha, me deu vontade de pega-lo agora mesmo, rs.
    Beijos
    http://addictiononbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahahaha! Vale super a pena, Ana!
      Beijo ^^

      Excluir

Faça uma blogueira feliz deixando um comentário ♥

Editoras Parceiras

Galeria